O zika vírus está relacionado à epidemia de Microcefalia em bebês

17 de fevereiro de 2016

Ainda sobre a Zica.....

Estudos feitos pelo Instituto Evandro Chagas identificaram a presença do zika vírus, transmitido pelo Aedes aegypti (o mesmo mosquito que transmite a dengue e a chikungunya), em exames em uma criança do Ceará que nasceu com microcefalia e outras doenças congênitas. 
A Microcefalia se caracteriza por uma cabeça e um cérebro muito menor do que o considerado padrão (médio) e geralmente é causado por uma falha no desenvolvimento do cérebro que traz complicações graves que vão muito além das deformidades. 
O zika vírus até então era considerado como um tipo ‘fraco’ de dengue, mas os desdobramentos e pesquisas mostram que o caso já é considerado alarmante. 
Surto de microcefalia em bebês



Após sete mortes e mais de 1.248 casos de microcefalia até hoje, o exército brasileiro já foi convocado em todo o Brasil para a luta contra o Aedes aegypti, o mosquito transmissor, que principalmente no verão se multiplica e causa mortes não apenas pela dengue, mas chikungunya e agora o zika vírus. 

O surto é tão assustador que a comunidade científica tem se mostrado estarrecida, e chegam a orientar às mães, principalmente que vivem em áreas de maior incidência que não engravidem por causa do grande risco. Técnicos do centro de doenças (EUA) já estão participando das investigações, de acordo com o Ministério da Saúde. 
Vale ressaltar que a grande maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti estão nas residências e o combate aos criadouros não depende apenas dos governos e estados, mas de toda a população na guerra contra esse terrível mosquito. 
Se não todo o país não agir com rigor, estamos diante de uma ‘tríplice epidemia’ e uma tragédia sanitária sem precedentes.







0 comentários:

Postar um comentário