Reflexão - O tempo de Deus

1 de julho de 2015




Umas das dificuldades que nós temos é lidar com o tempo. Muitas vezes não conseguimos administrar e ter controle sobre o nosso tempo. E uma das maiores dificuldades que temos em relação ao tempo é a espera. Esperar para nós é terrível. Você já experimentou ficar no aeroporto 10 horas esperando o próximo voo? É difícil. Chegar ao hospital para uma consulta que já estava marcada, mas ser atendido só cinco horas depois. É difícil esperar. Você que é solteiro e espera pelo marido, esposa, talvez esteja dizendo assim: “É difícil esperar”. Esperar não é fácil, mas é um tempo em que Deus trabalha em nosso caráter. A Palavra nos ensina que precisamos aprender a esperar em Deus, esperar pelas promessas, pela vontade de Deus na nossa vida.
No Salmo 27, verso 14 vemos algumas razões para esperar em Deus. “Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo Senhor”.
Deus não erra a Sua hora! Se você tem essa convicção em seu coração, descanse nos Senhor. Hebreus 11.1 diz: “Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem”.
Na língua grega há duas palavras para “horas”. Existe a palavra Chronos, que é a hora que o relógio marca, que vem de cronômetro. Mas existe outra palavra grega para esperar, Kairós. Que também significa tempo, porém, não o tempo do nosso relógio, mas o tempo de Deus.
O conflito que muitas vezes criamos é quando juntamos o tempo Chronos com o Kairós como se fossem a mesma coisa. Chronos é o que o meu relógio está marcando aqui, mas o Kairós só Deus conhece. E, por isso, tudo o que preciso saber é que o meu tempo, a minha hora chegarão.
Deixe Deus abrir a porta do carro para você entrar. Deixe Ele abrir a porta da casa própria, do casamento para você entrar. A Palavra diz: “Esperar pelo Senhor”. Não passe na frente Dele, caminhe seguindo o Senhor, espere Nele, tenha bom ânimo. É uma escolha, você tem que ter bom ânimo. Que esta palavra seja fortificada em seu coração: “Espera, pois, pelo Senhor”.
Quando esperamos pelo Senhor, a primeira coisa que experimentamos é a paz, não há confusão. A confusão vem quando olhamos para o tempo Chronos e desprezamos o Kairós, o tempo de Deus.
Quando esperamos o tempo de Deus, não o nosso tempo, tudo é diferente.
Minha filha Mariana estava grávida e também minha nora, Cassiane. Os bebês nasceram com uma pequena diferença de tempo. Nasceram na mesma época, mas cada qual cumpriu o período determinado. O normal é que uma criança nasça com 9 meses, mas se nascer com mais de 9 meses ou com menos pode ser um problema. E a mesma coisa é em relação ao tempo de Deus. Algo que temos que guardar em nosso coração é que há um tempo determinado por Ele.
“Com efeito, dos que em ti esperam, ninguém será envergonhado”.
Querido, Deus nunca quer envergonhar ninguém, mas precisamos entender o tempo dele, e o tempo de Deus é o Kairós.
O seu coração vai receber vigor novo, uma força nova, uma compreensão diferente. Deus fortalece, revigora o seu coração para esperar, descansar em Nele. O nosso tempo parece passar numa velocidade incontrolável, mas Deus está no controle de todas as coisas. O tempo Dele, Ele mesmo controla, tem o dia e a hora determinada para que cada promessa se cumpra na sua vida.
“Revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor”.
O tempo de Deus chegará, sua hora chegará. Tome posse dessa realidade! Jesus durante todo o Seu ministério dizia: “A minha hora ainda não chegou, a minha hora não chegou…”. Mas houve um momento em que disse: “A minha hora chegou!”
Deus abençoe!



Fonte: Lagoinha


 

0 comentários:

Postar um comentário