Um pouco mais de nutrição

16 de janeiro de 2015



Os princípios básicos de uma boa nutrição:

Já dizia Hipócrates: “Deixe que a alimentação seja o seu remédio e o remédio a sua alimentação”. A partir desse pensamento, já é possível fazer uma forte relação entre a alimentação e a saúde do ser humano.
Em 1937, Pedro Escudero definiu as Leis da Alimentação, as quais são baseadas em quantidade, qualidade, harmonia e adequação e consideradas, até hoje, como os princípios básicos para uma alimentação saudável.
Conheça as Leis da Alimentação de Pedro Escudeiro:
Lei da Quantidade – A quantidade de alimentos consumidos diariamente deve ser suficiente para suprir as demandas energéticas do organismo e manter-se em equilíbrio. É necessário saber dosar a quantidade de alimentos ingeridos de acordo com as suas características físicas e atividades do dia a dia para manter suas funções orgânicas.
Lei da Qualidade – Quanto mais colorida for a refeição mais diversidade de nutrientes está consumindo. A variedade da alimentação deve ser completa em sua composição, tendo pelo menos um alimento de cada grupo alimentar nas principais refeições.
Lei da Proporção – Traduz-se em equilíbrio da alimentação diária. É preciso uma proporção adequada entre os diversos nutrientes e grupos alimentares consumidos para integrar uma alimentação saudável.
Lei da Adequação – Fatores importantes devem ser levados em consideração quando se trata de alimentação, como, por exemplo, o estado fisiológico (gestação, lactação), hábitos alimentares (carências nutricionais), ciclos da vida (bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos), estados patológicos (presença de doenças, alergias e intolerâncias alimentares) e condições socioeconômicas (acesso aos alimentos). Portanto a alimentação deve ser adequada a cada perfil e de acordo com a individualidade bioquímica.
Resumindo todos os princípios citados acima, uma alimentação saudável deve ter quantidade suficiente para suprir as necessidades orgânicas do indivíduo, qualidade completa em nutrientes diversos, proporção e harmonia entre os grupos alimentares e, por fim, a adequação geral da dieta para cada perfil e estado fisiológico.

Quer uma alimentação saudável?

Conheça a Tivva!


Tivva também te ajuda no preparo de sua massa, entre no site e baixe seu livro de receitas:




Curta a fanpage:




Um comentário

  1. Eu procuro sempre deixar o prato colorido, fica bonito, convidadtivo e nutritivo.
    Bjossss.

    ResponderExcluir