Sol - Se expor ou proteger?

15 de dezembro de 2014


Os dias quentes e ensolarados nos estimulam a usar roupas leves e curtas, expondo mais partes do corpo ao sol. E isso tem seu lado bom, afinal a vitamina D é obtida principalmente através do sol. Mas por outro lado não podemos esquecer dos cuidados básicos: beber muita água, ingerir alimentos saudáveis e usar protetor solar, sempre!
Os raios ultravioletas emitidos pelo sol causam queimaduras, envelhecimento e até câncer de pele. Segundo o INCA – Instituto Nacional do Câncer é o tipo de câncer mais frequente no Brasil e pode levar à morte.
Para a SBD – Sociedade Brasileira de Dermatologia, a exposição aos raios solares deve ser evitada, principalmente no verão, onde, o índice ultravioleta é maior, assim como a exposição. É recomendado o uso diário de filtro solar de no mínimo fator 30 em relação aos raios UVB e que contenha também proteção UVA. O produto deve ser aplicado pelo menos 15 minutos antes de sair de casa, e reaplicado a cada duas horas.
Porém, precisamos do sol para produzir vitamina D, uma substância raramente encontrada em alimentos, e quando encontrada em quantidades pequenas (óleo de fígado de bacalhau; peixes gordurosos: salmão, atum, cavala; gema de ovo; fígado; manteiga).
Aliada a pratica de atividades físicas e dos raios ultravioletas, a vitamina D melhora a absorção de cálcio e de fósforo no organismo, fortalecendo os ossos e ajudando nas funções musculares. Sem a vitamina D, os ossos ficam mais frágeis, aumentando o risco de fraturas e doenças como artrite reumatoide, artrose e osteoporose.
Portanto, temos um impasse: se expor ao sol ou se proteger!?
Muitos endocrinologistas defendem uma exposição curta e sem filtro, ao menos três vezes por semana, exceto pessoas de pele muito clara ou com problemas de pele, as quais devem evitar o sol e suplementar a vitamina D via oral.
De acordo com a SBEM – Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia no Brasil é impossível ter níveis adequados de Vitamina D sem algum grau de exposição solar, a não ser pelo o uso de suplementos vitamínicos.
Especialistas concordam que a produção da vitamina D não justifica uma exposição prolongada ao sol e sem protetor solar, ainda mais nos horários em que o sol transmite elevada radiação UVA e UVB. A exposição solar, sem tomar as devidas precauções, é um risco para a saúde.
Para aumentar os níveis de vitamina D no organismo são recomendadas a prática de exercícios físicos, alimentação balanceada e a exposição correta ao sol. Crianças e adolescentes que praticam pelo menos duas ou três vezes por semana atividades ao ar livre geralmente sintetizam toda a vitamina D de que precisam. Em idosos, a capacidade de sintetizar vitamina D pela exposição à luz solar encontra-se diminuída, em decorrência da pele do idoso perder progressivamente sua eficiência de síntese de vitamina D. Por isso, concentrações diminuídas de vitamina D são mais frequentes neste grupo etário, fato que pode ser agravado pela menor exposição solar, comum em idosos.
Pessoas com pele mais escura e que fazem uso frequente de filtro solar, tem maior dificuldade de sintetizar a vitamina D. Além disso, a latitude, estação do ano e hora do dia afetam a quantidade de vitamina D que a pele pode produzir durante a exposição ao Sol.
Sugere-se que a exposição solar deve ser em horários determinados, antes das 10 horas da manhã, durante 15 a 20 minutos, três vezes por semana.
Consulte seu médico regularmente e verifique como está a dosagem da vitamina D. O Laboratório Tiaraju possui opções para a suplementação oral: softcaps e gotas (vitamina D3).



VittaD
1 gota = 100% IDR (Ingestão Diária Recomendada). Zero açúcar. Sabor Tangerina.
vitamina-D
Vitamina D em softcaps. 200 UI em apenas 1 cápsula!

E para aqueles que não resistem tomar banho de sol e ficar com aquele bronzeado a dica é:
Como-Ter-Pele-Bronzeada-com-Maquiagem-03
  • Usar protetor solar (com proteção UVA e UVB), sempre!
  • Ingerir alimentos fonte de betacaroteno – o betacaroteno se transforma em vitamina A no organismo, protege a visão e a pele. São fontes: cenoura, batata doce, abóbora, mamão, brócolis, couve, etc.

O Laboratório Tiaraju possui opções para você:
*Sun Beta Gold – betacaroteno softcaps  (1 cápsula ao dia = 100% da IDR da vitamina A);
*Mix Detox Summer – pó para preparo de bebida desenvolvido especialmente para o verão, contém fibras, polpas de frutas, vitaminas e minerais, com destaque para o betacaroteno e para a Vitamina D.





MixDetoxSummer
Suco “detox” a base de cenoura, abacaxi, laranja, acerola, mamão, gengibre e urucum. Enriquecido com betacaroteno e vitamina D. Sabor laranja com abacaxi.
Sun Beta Gold
Suplemento de betacaroteno, com vitamina C e E. Acelera o bronzeado!

Vamos aproveitar ao máximo os lindos dias ensolarados. Passeios e esportes ao livre são excelentes. Se reunir com a família ou com os amigos também. Tudo sem descuidar da saúde!

FONTE: TIARAJU

Acesse agora o site:


Curta a fanpage:


Conheça a Loja Oficial:










Um comentário

  1. Quando eu era adolescente adorava tomar sol, fazia loucuras para ficar bronzeada, hoje em dia fujo do sol rsrs.
    Bjossssss.

    ResponderExcluir