Dica para aproveitar os espaços de sua casa.

28 de fevereiro de 2014

O home office foi parar na varanda do apartamento.

O escritório teve de virar quarto para o filho e o home office foi parar lá no terraço.
Apenas uma porta separa as funções de mãe e designer de interiores. Após o nascimento do filho, a argentina Felicitas Piñeiro teve de reordenar não só a rotina como também o apartamento em que vive na capital paulista com o marido, o administrador Giuliano Duccini. Com seu home office transformado em quarto para o pequeno Santiago, o jeito foi buscar uma saída criativa: “A varanda fechada, anexa ao ambiente, era pouco usada, então decidi montar ali o novo escritório. Meu marido não acreditou que ficaria bom, mas deu muito certo! Coube tudo, e ainda tenho iluminação natural e uma vista linda”.



01-home-office-foi-parar-na-varanda-do-apartamento

- Cercada pelos jardins dos prédios vizinhos, a varanda desfruta de silêncio e sol o dia todo. “Vou colocar cortinas só para barrar um pouco do calor”, conta Felicitas.

- Um amarelo vibrante veste as paredes. “Segundo a psicologia das cores, esse tom se conecta com o intelecto, é estimulante e alegre”, observa.

- Decoradas com washi tapes (fitas adesivas de papel-arroz), pranchetas servem de quadros de recados. “Já uma fita de renda foi usada para envolver os braços da cadeira. Assim, além de ficarem mais bonitos, não arranham as paredes”, diz.



02-home-office-foi-parar-na-varanda-do-apartamento

- Tinta: acrílico fosco, na cor Dia Dourado, ref. 35YY 71/474, da Coral. Tintas MC, R$ 23 (2,7 litros).

- Cadeira: com tecido telado, estrutura cromada e rodízios. Tempos Modernos, R$ 1650.



03-home-office-foi-parar-na-varanda-do-apartamento

- Uma bancada (1 x 0,60 x 0,02 m*) e três prateleiras (30 x 30 x 2,5 cm), todas de MDF, ficam no lado exposto à menor incidência solar direta (1).

- Junto à parede oposta (2), mais seis prateleiras – de diferentes medidas – organizam a papelada.

 

* largura x profundidade x altura.

Preços pesquisados em 6 de janeiro de 2014, sujeitos a alteração.



Ficou show, ideia brilhante né meninas?




 Fonte: casa.com.br






0 comentários:

Postar um comentário