Sabonete íntimo: usar ou não usar?

10 de novembro de 2013


Segundo a médica ginecologista e membro do Conselho Editorial da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (Sogesp), Patrícia de Rossi, Assim como o nosso corpo, a vulva também está propensa a sofrer o ressecamento. Este quadro pode desencadear uma coceira na região.
A diferença está no pH. Enquanto os sabonetes comuns tendem para o pH básico ou neutro (entre 9 e 10), os sabonetes íntimos têm um pH ácido (entre 4 e 4,5) – resultado da composição com ácido láctico –, que mantém o pH vaginal ácido. Essa acidez é necessária para manter vivos os microorganismos e lactobacilos que vivem nessa região e têm como função proteger a mulher de possíveis infecções.

 Viram meninas a importância do sabonete íntimo? Mas temos que prestar atenção na hora da escolha, procure sabonetes neutros e com ácido lático.

Uma ótima opção é o sabonete íntimo hidraderm.

Possui pH similar ao natural, que é fisiológico, atuando no equilíbrio da acidez vaginal. Ginecologicamente testado, perfuma e higieniza suavemente, deixando uma sensação de frescor e limpeza. 

Fica a dica!!!!
Conheça as redes sociais Farmax
 





0 comentários:

Postar um comentário