Rabo de cavalo: 7 versões de suspirar by Marco Biaggi.

14 de novembro de 2013

O top hairstylist Marco Antônio de Biaggi nos ensina sete estilos do penteado que nunca sai de moda, valoriza o rosto e vai bem tanto no dia a dia quanto em ocasiões especiais. Confira:

Com toque retrô
Impossível ver um penteado com volume no topo da cabeça e não se lembrar de Brigitte Bardot, diva dos anos 1960, que continua sendo uma referência de beleza. Charmoso e bem construído, esse visual é perfeito para uma festa à noite, um casamento ou uma formatura. Os fios da parte em destaque precisam ser desfiados com a ajuda de um pente fino para ganhar volume e de borrifadas de spray de fixação, que não deixa o look desmoronar. Depois, prenda os fios no centro da cabeça com o cuidado para não achatar a parte de cima. "Ajeite a franja para o lado com um pouco de pomada de efeito mate para que ela não fique caindo nos olhos", diz Marco Antônio.



New punk
Esse estilo combina com mulheres de atitude e que gostam de uma pitada rock’n’roll na produção. Neste look, ela é dada pelo topete, feito com fios desfiados para dar volume (mas não bagunçados) e torcidos. Depois a parte da frente é presa ao restante dos fios para fazer o rabo de cavalo. O comprimento do cabelo foi preparado com babyliss para ganhar movimento. Use uma escova raquete para soltar os cachos e conquistar o resultado ondulado que você vê na foto. Estique bem os fios das laterais, mas não se preocupe se alguns ficarem soltos. "Isso traz um ar moderno", diz Marco Antônio.




Direto das passarelas
"Esta é uma versão simples, porém luxuosa, vinda dos desfiles de moda", fala Biaggi, que sugere combiná-la com uma roupa chamativa ou um make impactante. Aqui, a ideia é manter os fios bem colados à cabeça e sem arrepiados. Para isso, lance mão de um leave-in, que ajuda a alisar na hora de fazer escova - se precisar, use a chapinha. Então, reparta o cabelo com uma risca lateral e use um pente fino para ajeitar os fios. Depois, prenda um rabo baixo, na altura da nuca, lembrando-se de camuflar o elástico com uma mecha fina.




Ladylike
Fácil de fazer, este modelo é versátil, já que pode ser usado durante o dia ou à noite. A textura impecável dos fios pede duas bolas de musse no cabelo úmido para depois prosseguir com a escova, levantando a raiz. O rabo de cavalo lateral e baixo é preso sem apertar demais o elástico e ganha a companhia de uma mecha frontal com a ponta levemente ondulada. Um babyliss de diâmetro largo é a ferramenta ideal para conquistar esse resultado. O look é uma ótima opção para as mais jovens e românticas.




Sem muitas regras
Nada aqui deve ser muito certinho - nem trabalhoso. A etapa que leva um pouco mais de tempo (a única, na verdade) é a primeira, na qual você precisa fazer uma escova rápida, mas que levante bem a raiz. Agregue ainda mais volume ao topete, desfiando os fios com um pente fino e borrifando com xampu a seco, que ajuda na fixação. Prenda os fios das laterais com grampinhos atrás e no centro da cabeça e, a partir daí, faça uma trança sem muita perfeição - a intenção é parecer que há apenas uma mecha enrolada ao redor do rabo de cavalo.



Para as descoladas
Solução perfeita para aquele bad hair day, em que, além de não conseguir dar jeito no cabelo, você está sem tempo para produções muito elaboradas. Antes de prender, aplique sea spray (ou spray salino, finalizador que deixa os fios com a textura de quem tivesse acabado de sair do mar) no cabelo úmido e seque-o com um difusor. Depois, faça uma trança simples em uma mecha fina de qualquer parte do cabelo e, em seguida, com as mãos, sem se preocupar com um acabamento impecável, junte todos os fios no alto da cabeça, prendendo-os em um rabo de cavalo. Enrole uma mecha grossa para disfarçar o elástico e dar estrutura ao rabo.



Moderno e inusitado
Original, esta variação foge completamente do lugar-comum e vai numa boa a um casamento. O rabo de cavalo pega apenas os fios da parte de cima da cabeça, como se você fosse fazer um meio rabo. Depois, o comprimento é preso por três elásticos finos, que formam dois gomos fofinhos entre eles. O restante do cabelo, que serve como apoio, fica todo escondido em um coque banana apertadíssimo.







Um comentário